A Missão de Ser Mãe Segundo o Espiritismo

Marcado: , , , , ,

mãe

Embora as mães devam ser lembradas  todos os dias, é no segundo domingo de maio que elas são homenageadas no Brasil.

Se tornar mãe é o sonho de muitas mulheres, para outras a gravidez pode acontecer de uma maneira inesperada. O fato é que ser mãe muda a vida de uma mulher, desde a gestação, passando pelo nascimento, desenvolvimento e criação de um filho.

Mas do ponto de vista espiritual o que significa ser mãe? A Doutrina Espírita esclarece que se trata de um compromisso importante, porque ao gerar um filho assumi-se um compromisso perante as Leis de Deus, oferecendo oportunidade para que um espírito por meio da reencarnação possa evoluir, cabendo aos pais o amparo necessário para sua caminhada de  novos aprendizados.

A pergunta 890 de O Livro dos Espíritos esclarece que o amor maternal é uma virtude ou um sentimento instintivo, comum aos homens e aos animais: “— É uma coisa e outra. A Natureza deu à mãe o amor pelos filhos, no interesse de sua conservação; mas, no animal, esse amor é limitado às necessidades materiais: cessa quando os cuidados se tornam inúteis. No homem, ele persiste por toda vida e comporta um devotamento e uma abnegação que constituem virtudes; sobrevive mesmo à própria morte, acompanhando o filho além da tumba. Vedes que há nele alguma coisa mais do que no animal”.

Compreende-se que existe além dos laços físicos, um elo poderoso de ligação entre mães e filhos, por esse motivo o amor materno é realmente capaz de ultrapassar barreiras.

Ser mãe representa a possibilidade do exercício do amor incondicional, doando o melhor de si para a evolução de um espírito que nasce no papel de filho, seja ele um amigo do passado ou alguém que necessite de reconciliação, como oportunidade de reconstruírem uma nova história.

Para se aprofundar mais no tema, vale à pena ler a transcrição de uma palestra sobre o tema no site Espirito. org

Para refletir melhor sobre a missão de ser mãe, sugerimos livros,  CDS e DVDs

Mundo Paralelo – A trajetória de uma mãe

Um livro sem cunho científico, mas capaz de abrir horizontes a pais, educadores, profissionais de saúde e leitores na busca de forças para superar obstáculos.

As Mães de Chico Xavier (DVD)

Seus destinos mudam drasticamente de uma hora para outra e as três mulheres, que vivem experiências fortes e distintas, encontrarão o conforto através de Chico Xavier.

JESUS MODELO E GUIA DA FAMÍLIA
Este trabalho apresenta método para tornar Jesus o modelo para as ações familiares, de forma que tenhamos uma família mais harmoniosa e que vive os valores cristãos nas relações conjugal, maternal, paternal, fraternal e filial.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

6 Comments

  1. Alexandre

    Desde pequeno, lembro-me que minha mãe fazia diferenças entre eu e meu irmão mais velho (4 anos mais que eu) em todas as situações. Isso ocorre até os dias atuais.
    Posso ter cometido erros em épocas passadas, e acredito que a maioria dos reencarnados estão aqui pela dor e poucos pelo amor. De qualquer forma, acredito que amor de mãe é incondicional. aos 50 anos de idade (hoje tenho 64) perguntei a ela, porque havia essas diferenças…. Ela respondeu-me que em qualquer situação, meu irmão teria sempre a razão, por ser mais velho que eu.
    Tive vários problemas com meu irmão, quanto à sua negligência que veio a prejudicar seriamente minha família. Entendo que pode ser um resgate de outras épocas….
    O que não entendo é que se amor de mãe é incondicional, porque essas desavenças ocorrem, em função de tais preferências, mesmo eu tentando esquecer problemas passados como mencionei, tentando esquecer os problemas que enfrentei e perdoando para ser perdoado. Não quero dizer aqui ser um “santo”.
    Se o fosse, nem mais aqui estaria, neste planeta de provas. A pergunta é: O que ocorre com minha mãe, já que diz acreditar piamente na doutrina de Kardec?

  2. Reginalda

    Gostei muito do blog,muito informativo.

  3. SOLANGE APARECIDA PANSIERI

    MEU FILHO SUICIDOU SE HA 1 ANO E MEIO ,TINHA 31 ANOS E DEIXOU 2 FILHOS.ERA UMA PESSOA MUITO BOA MAS FOI DEVORADO PELAS DROGAS.GOSTARIA MUITO DE SABER DELE.PRECISO.ME AJUDEM

  4. silvana

    uma vez fui em um centro epirita e o medium passando de pessoa em pessoa perguntando a cada uma se estava bem, quando chegou na minha vez eu respondi que tinha dores nos joelhos, ele me perguntou se eu tinha filhos eu respondi que não então ele fez uma oração e foi para a proxima pessoa.
    mas não entendi sobre a pergunta que ele me fez, sera que alguem saberia me responder ???? agradeço.

  5. scheila

    Eu quero ser mãe
    mas tive 2 abortos.
    O q pensar disso
    sofro muito

Trackbacks & Pingbacks

  1. Mães: amor e superação – Espírita Pensante

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).