Dia dos pais: A missão da paternidade

Marcado: , ,

diadospais1
Tradicionalmente no Brasil o dia dos pais é comemorado no segundo domingo de agosto. Uma data que homenageia a figura paterna, lembrando da sua importância na constituição de uma família.
Conta a história que o primeiro registro dessa comemoração teve origem na antiga Babilônia, há cerca de 4 mil anos, por meio da homenagem de um jovem a seu pai, simbolizada por um cartão moldado em argila expressando votos de sorte, saúde e vida longa.
O acontecimento serviu de inspiração para que diversas nações adotassem a data em seu calendário, embora em datas diferentes, divide em comum a mesma lembrança.
Muitas palavras podem descrever o forte elo que une pais e filhos, entre elas; amor; gratidão; amizade; proteção; cuidado, ternura; carinho; entre tantas outras capazes de demonstrar sentimentos profundos.
De acordo com O Livro dos Espíritos, como esclarece a questão 582, ser pai representa uma missão. “É, sem contestação possível, uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro”.
Seja legítimo ou adotivo, pai significa alguém importante na vida de um filho, não apenas pelo fato de ter gerado outro ser , mas pela missão de educar, ensinar e transmitir valores. O que somos no presente, com certeza reflete muito os princípios passados pelos pais.
Quanto aos filhos, lembrando os ensinamentos de Jesus, não cabe apenas respeitá-los, mas ampará-los em suas necessidades, cercando-os de solicitude, assim como fizeram por nós.
O espiritismo esclarece que não nascemos, nem vivemos em uma família por acaso, para tudo há um propósito maior, essas ligações se formam antes mesmo do nascimento, ou seja, da reencarnação. No caso dos pais, esses laços são ainda mais próximos, muitas vezes representam ligações de amizade em outras vidas, em outros casos, oportunidade para reparação de desafetos do passado. Tal propósito nos faz refletir que pais e filhos são companheiros de jornada rumo à evolução.

Para refletir sobre o vínculo entre pais e filhos e  em sugestões  para presentear os pais nessa data especial

Help! Me Eduque – Prepare Seu Filho Para Lidar Com o Mundo – Rossandro Klinjey: O psicólogo clínico, Rossandro Klinjey, traz nesta fantástica obra sua ampla experiência, para entendermos por que os pais, apesar de amarem profundamente seus filhos, não estão conseguindo torná-los pessoas mais capazes, felizes e equilibradas

Ser Feliz em Família: Você consegue? Acredite: é possível viver feliz em família mas, além da crença, multiplique esforços para concretizá-la!

Jesus: Modelo e Guia da Família – Alírio de Cerqueira: Este trabalho apresenta método para tornar Jesus o modelo para as ações familiares, de forma que tenhamos uma família mais harmoniosa e que vive os valores cristãos nas relações conjugal, maternal, paternal, fraternal e filial.

Maternidade e Paternidade

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).