Amor no espiritismo

Qual a visão do amor no espiritismo?

Qual a visão do amor no espiritismo? Primeiro de tudo, muito se fala e se entende em relação ao amor, mas ao contrário do que muitos dizem e enxergam, o amor não é um sentimento único, não é uma coisa só. Amor não é simplesmente o que um amado sente pelo outro.

 O espiritismo sustenta que o amor é muito mais amplo do que achamos. Como classificar, por exemplo, o Amor-síntese, que é aquele que Jesus sentia por toda humanidade, da mesma forma que uma pessoa sente amor por um amigo?

Mas o que é o amor, afinal? O amor é a conexão e a atração entre as almas e os mundos. Existem diversos tipos de amor, como o amor conjugal, o amor materno, o amor filial ou fraterno, o amor da pátria, da raça e até o amor pela humanidade.

O amor é mais forte do que o ódio, mais poderoso que a morte, Se o Cristo foi o maior dos missionários e dos profetas, se tanto império teve sobre os homens, foi porque trazia em si um reflexo mais poderoso do amor divino. Jesus passou pouco tempo na Terra; foram bastantes três anos de evangelização para que o seu domínio se estendesse a todas as nações. Não foi pela ciência nem pela arte oratória que ele seduziu e cativou as multidões; foi pelo amor! Desde sua morte, seu amor ficou no mundo como um foco sempre vivo, sempre ardente. Por isso, apesar dos erros e faltas de seus representantes, apesar de tanto sangue derramado por eles, de tantas fogueiras acesas, de tantos véus estendidos sobre seu ensino, o Cristianismo continuou a ser a maior das religiões; disciplinou, moldou a alma humana, amansou a índole feroz dos bárbaros, arrancou raças inteiras à sensualidade ou à bestialidade.

Deus não exige de nós o amor impossível, pois ainda não temos capacidade para amar a tudo e a todos, principalmente aqueles que não conhecemos, mas o que Deus nos exige, e isso sim é possível, é a ausência do ódio em nossos corações. Atingir isso já é um grande passo para atingir o amor no espiritismo, ou em qualquer outra crença.

Sugerimos como leitura os seguintes livros:

O amor foi mais forte: O Amor foi mais forte: Vivenciaremos o entrelaçar de uma história com muitos sentimentos envolvidos, um misto de revolta, saudade, obsessão, vingança e até arrependimento. Leia e emocione-se!

O Amor jamais te esquece: A força do Amor amparando almas em seus dramas de expiações, personagens que viveram nos tempos de Jesus Cristo, como Públio Lentulus, Lívia, Zacarias e outros.

Amor não pode esperar: Nunca houve tanto desamor no mundo, se revelando no descaso ao próximo e a responsabilidade de cuidar bem de si. Pessoas vivem apenas de aparências e leviandades, essas atitudes tem custado caro e o sofrimento aparece tentando mostrar a verdade que muitos não querem ver, culpando os outros pelos seus desacertos. Não retarde seu progresso, faça já a sua parte porque a hora é agora e seu AMOR NÃO PODE ESPERAR.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

2 Comments

  1. José Adolfo

    Entendo que o amor faz bem mas faz mau também. Porque ?

  2. ivonilton sacramento de almeida

    Que o Amor seja a Luz que guiará todo o povo da terra à Salvação.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).