Sexualidade no espiritismo

Sexo e sexualidade no espiritismo

O sexo é um tabu em quase todas as sociedades ao redor do globo e no Brasil não é diferente. Embora muitos evitem falar sobre o tema, não temos vergonha de falar sobre a sexualidade no espiritismo.

O espírita acredita que a sexualidade é parte integrante da personalidade humana. Além  de sua função principal, que é a procriação da espécie humana, entendemos que o sexo é parte essencial na forma como nos relacionamos com nossos parceiros, demonstrando afeto e também buscando prazer e felicidade. Pode parecer chocante para algumas pessoas, mas não há vergonha no sexo.

Sempre nos perguntam sobre o sexo antes do casamento. Ao contrário da maioria das religiões, o espiritismo não é contra o ato sexual entre um casal antes do casamento, por exemplo, pois acreditamos que o sexo faz parte da demonstração de amor e afeto entre duas pessoas.

O que o espiritismo condena, entretanto, é o sexo de forma promiscua, desprotegida e descuidada. Além de ser extremamente perigoso em termos de saúde, a promiscuidade é também um desrespeito ao seu corpo e também ao seu espírito.

Conforme dito no livro Sexo e Destino psicografado pelo Chico Xavier do espírito André Luiz, o sexo é uma forma essencial para a troca de energia entre um casal, daí a importância de se pensar na escolha do parceio.

No mais, é importante deixar claro que o espiritismo não condena nada em relação a sexualidade. Acreditamos muito no livre arbítrio, na liberdade de escolha das pessoas e na lei de ação e reação. Ou seja, cada pessoa é seu próprio juiz e responsável pelo seu próprio destino.

Recomendamos a leitura de três livros que faram direta e indiretamente sobre sexo e a sexualidade sob a ótica do espiritismo.

Sexo e Destino: No Rio de Janeiro de meados do século XX, a trajetória de duas famílias – Torres e Nogueira – se entrelaça em tramas repletas de amor, paixão, vaidade, luxúria e ódio, preenchendo existências de tragédia e favorecendo a concretização de obsessões doentias no espírito de jovens e adultos membros das famílias. Auxiliado pela psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, o Espírito André Luiz apresenta o mais denso romance da coleção “A vida no mundo espiritual”, intercalando reflexões sobre amor e consciência, liberdade e compromisso, culpa e resgate, lar e reencarnação, com respostas sobre o relacionamento sexual humano e a consequência das conduta e experiências sexuais do presente em vidas futuras, sujeitas às leis de causa e efeito que podem delinear todo o destino do ser.

Sexo e Consciência: O sexo, na condição de atavismo predominante dos instintos primários essenciais, desempenha papel importante no processo da saúde psicológica e mental, não olvidando também a de natureza física, caracterizando-se como importante função biológica que permite a continuidade da vida na Terra. Esta grande obra organizada por Luiz Fernando Lopes, resultado de um trabalho realizado por longos anos, tem por objetivo esclarecer o amigo leitor sobre as reais diferenças entre o Sexo consciente e o Sexo em desalinho. A partir de pesquisas em material audiovisual, que contém a gravação de palestras e seminários proferidos por Divaldo Franco em todo o Brasil, explicita todas as implicações e consequências decorrentes dos abusos praticados nessa área tão delicada da natureza humana. Ressalta ainda a importância da sublimação das energias sexuais, canalizando-as para a prática de tarefas nobres que promovam a nossa evolução moral e espiritual. Por ser uma obra copiosa, de fôlego, trata com muita objetividade mais de sessenta subtítulos dentro do contexto de Sexo e Consciência, proporcionando lições e esclarecimentos de grande valor para a nossa aprendizagem.

Tirando Dúvidas Volume II: Muitos levantam as mais variadas questões sobre o espiritismo. E perguntam. Quem Pergunta Quer Saber!. Amilcar Del Chiaro Filho criou um programa de rádio de sucesso, respondendo sobre a Doutrina Espírita. A Mundo Maior Editora lançou um livro com algumas dessas questões. Foi um sucesso.E agora, vem aí o volume 2!. Aprofunde seu conhecimento sobre livre-arbítrio, autismo, sexo, psicologia, evangelização e tanta coisa mais.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

2 Comments

  1. ana paula

    obrigada pela informação,as religioes parecem ter medo da sexualidade não sabem lidar com ela

  2. Pietro Alexandre da Silva

    Mesmo no paraíso existe uma forma de sexualidade, chamada pelo espírito Emmanuel de supersexualismo. Acontece entre os casais de almas gêmeas. No paraíso, entretanto, não há reprodução, o namoro serve simplesmente para a felicidade das almas.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).