O Sentido da Páscoa na Visão Espírita

Marcado: , , ,

 

Páscoa-1

Embora a páscoa tenha significados diferentes para judeus e católicos, a celebração se tornou uma tradição para muitas culturas. No judaísmo, a páscoa representa a libertação da escravidão dos egípcios, enquanto para os católicos refere-se à ressurreição de Jesus após sua “morte” na cruz.

Ainda entre civilizações antigas, algumas festividades politeístas relacionadas à chegada da primavera e à fertilidade foram incorporadas à páscoa, daí o motivo pelo qual a figura do coelho foi associada à representação da reprodução e preservação da espécie.

Mas deixando de lado o apelo comercial da data, e voltando ao seu verdadeiro sentido, há pontos que merecem ser lembrados. Analisando a simbologia católica quanto à ressurreição do Cristo, para o espiritismo não é possível voltar ao mesmo corpo físico após a morte, ou melhor, depois do desencarne. O espírito sim é imortal, tendo condições de se manifestar e retornar à matéria em um novo corpo, seguindo o princípio da reencarnação como lei de evolução.

Foi essa manifestação em espírito, que aconteceu no caso da aparição de Jesus aos seus discípulos, comprovando a continuidade da vida em outro plano.

No que diz respeito à libertação conquistada pelo povo judeu, de acordo com a visão espírita, pode ser interpretada de um ponto de vista mais abrangente, em relação à renovação de ideias e atitudes, possibilitando o surgimento de um novo homem como conseqüência da reforma intima.

Os próprios discípulos foram transformados pelos ensinamentos de Jesus, e receberam uma grande comprovação de amor do Mestre, quando se manifestou em espírito a esses seguidores, que tiveram um papel muito importante na divulgação de seu Evangelho, provando que a vida continua além do túmulo e o Cristo prosseguiria com seu trabalho de auxilio à Humanidade.

Como explica o pesquisador de religiões, Severino Celestino em um artigo publicado no blog da Mundo Maior Editora:  “No entendimento e ensinamentos da Doutrina Espírita a Páscoa tem um conceito diferente daqueles que entendem algumas religiões cristãs”.

Vale a pena comemorar a Páscoa, buscando a conexão com o amigo Jesus,  sintonizando sua presença dentro do coração, não apenas nessa ocasião, mas todos os dias. Ele sempre estará atento ao nosso chamado, guiando nossos passos.

O AMIGO JESUS: O filósofo grego Aristóteles, que viveu cerca de 300 anos antes de Cristo, trouxe uma das ideias mais belas sobre felicidade que para ele é, na verdade, a busca racional para se tornar um ser humano melhor, justo e bom.

O MÉDICO JESUS (AUDIOLIVRO- MP3): O ouvinte deste audiolivro se sentirá como alguém que está prestes a se consultar com o médico mais habilidoso de todos os tempos. Prepare-se para esse encontro inesquecível. Você jamais será o mesmo.

As Mais Belas Orações- Willian Sanches: William Sanches é Escritor, palestrante e professor Universitário. Apresenta de segunda a sexta-feira, pela Rede Boa Nova de Rádio o programa Tempo de Vida.

OS TUDO DE PAULO DE TARSO – ADÃO NONATO: “Tudo concorre para o bem daqueles que amam o Senhor”, “De tudo dai graças”, “Tudo posso naquele que me fortalece e Tudo me é lícito, porém nem tudo me convém”, apresentam uma verdadeira aula sobre reforma íntima. Um CD imperdível.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).