Como não se sentir sozinho?

Marcado: , , ,

Como não se sentir sozinho? Estar sozinho nem sempre significa se sentir solitário, mas quando esse sentimento se torna crônico e passa a incomodar, causando problemas emocionais que afetam a qualidade de vida e abalam o bem estar é momento de buscar ajuda.

O sentimento de solidão atinge milhares de pessoas em todas as partes do planeta, uma realidade comum a muitos seres humanos, especialmente nos dias atuais, com a disponibilidade da tecnologia que facilita a comunicação e possibilita vencer distâncias. 

O sentimento de solidão é uma realidade que atinge grandes proporções, sendo mais comum em alguns períodos da vida, como na terceira idade por exemplo, em meio ao aumento do número de idosos.

Mas não são apenas os mais velhos que tem sofrido com  o isolamento social, os mais jovens também passam cada vez mais tempo conectados às redes sociais, e mesmo assim se sentem afastados emocionalmente das pessoas.

Pesquisas internacionais indicam que uma em cada três pessoas nos países ocidentais sente-se sozinha com frequência. O que reflete números preocupantes sobre essa dor social.

A solidão e seus efeitos 

Além das fases da vida mais propícias a solidão, outros fatores podem desencadear esse sentimento, como a perda de um ente querido ou rompimento de relacionamento, ansiedade, depressão, insatisfação, até mesmo como mecanismo de defesa para não sofrer e o medo de ser julgado.

Um sentimento no qual uma pessoa sente uma profunda sensação de isolamento e desconexão com o próximo, até em meio a uma multidão. Segundo pesquisas, a solidão constante e prolongada pode favorecer sérias consequências que afetam à saúde física e mental. 

E esses danos à saúde acontecem porque o ser humano é um ser social e para se sentir completo necessita estar inserido na sociedade. 

Diante desses impactos gigantescos que a solidão pode causar, o vínculo social é sem dúvida muito importante para um nível maior de satisfação e equilíbrio interior. 

Para Dr. Jeremy Nobel, membro da Faculdade de Cuidados Emergenciais da Faculdade de Medicina de Harvard: “A conexão social é, sem dúvida, essencial para a felicidade e a saúde”.

Então se você vivencia a solidão a ponto de prejudicar sua vida ou conhece alguém que está passando por isso, não hesite em buscar caminhos para combater a solidão. Você pode também auxiliar a quem precisa. Muitas vezes fechados em nosso mundo não nos damos conta do quanto um sorriso verdadeiro, um abraço, uma palavra amiga é capaz de iluminar vidas. 

Lembremos também que nunca estamos sozinhos completamente, porque contamos com a presença de amigos invisíveis que nos estendem suas mãos amorosas. Nos momentos de solidão eleve seu pensamentos ao amigo Jesus, ao seu mentor e aos espíritos de luz, peça o amparo desses amigos. 

Sugestões de leitura para preencher e renovar seu coração 

Dentro de Mim- José Carlos de Lucca 

Faça a maior e mais importante viagem de sua vida: a viagem para dentro.

Apesar de Parecer… Ele Não Está Só – Sérgio Chimatti

Ao longo de uma jornada fascinante e cheia de emoção, acreditando que fizera tudo sozinho, Toninho descobre que apesar de parecer, ele nunca esteve só.

O Amigo Jesus – José Carlos de Lucca

Mesmo nos momentos de maior aflição jamais estamos sozinhos pois temos Jesus

Fé e Vida – Chico Xavier

Cada pequeno capítulo – uma jornada simples. Cada trecho – um passo convidando à paz e à renovação.

Gostou? Compartilhe com seus amigos:

One Comment

  1. Pietro Alexandre da Silva

    Sei como é este problema. Depois que me tornei médium e telepata, passei a me sentir menos sozinho.
    Para quem se interessar pelo assunto, recomendo a leitura de “O Livro dos Médiuns” de Allan Kardec e “Ascese Mística” de Pietro Ubaldi.
    Antes de ler estes dois livros é recomendável fazer uma preparação moral com a leitura de “O Evangelho Segundo o Espiritismo”, “O Novo Testamento” ou fazer um curso em um centro espírita.
    Fiquem com Deus.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado e nem divulgado. Campos obrigatórios estão marcados com o asterisco (*).